Não são todas as pessoas que estão familiarizadas com o termo consumismo consciente. Se você é uma dessas pessoas, fique tranquilo que hoje nós da 37trend, vamos explicar tudo para você! E claro, vamos transformar você em um consumidor da moda mais consciente.

O mundo atual que vivemos está se tornando cada dia mais transparente. E graças a tecnologia, ocorreu a democratização de inúmeras formas que podemos nos comunicar e de fazermos negócios.

Para um consumidor consciente isso é otimo, pois nunca tivemos tanto acesso ao conhecimento para podermos nos capacitar. Principalmente em nossas decisões de compra.

No entanto, antes de entrarmos no assunto sobre como você pode se tornar um consumidor da moda mais consciente, é preciso entender o que isso de fato significa. Vamos lá?

O que é ser um consumidor consciente?

O consumidor consciente é quem está mais atento às suas decisões de compra como consumidor. Quais marcas e produtos você oferece seu apoio? Como você está utilizando seu dinheiro para garantir que o financiamento apoie um negócio com o qual você se sente alinhado com base em seus valores?

Cabe a nós (o consumidor) entender com quem fazemos negócios e apoiar aqueles que estão agindo para melhorar e contribuir para um planeta e a humanidade mais saudáveis.

Estamos realmente em uma época de crescente importância ética nos negócios, com a demanda por negócios autênticos e “bons” não apenas sendo celebrados, mas esperados. Isso é especialmente importante em grandes indústrias globais, como varejo e moda, onde historicamente muitas práticas foram identificadas e denunciadas por serem antiéticas e insustentáveis.

Por que o consumismo consciente é tão importante?

O que compramos literalmente dita financeiramente como o mundo gira. Por exemplo, espera-se que apenas a receita mundial de comércio eletrônico aumente de US $ 481,2 bilhões em 2018 para US $ 712,9 bilhões em 2022.

Esse dinheiro irá para as mãos de negócios éticos ou será canalizado para empresas que não têm valores sólidos e operações? Isso também se aplica a setores fora da moda, como um dos meus setores favoritos de viagens (ironicamente, um dos setores mais inerentemente insustentáveis).

Mas, à medida que aprendemos e avançamos, crescemos para abraçar maneiras de praticar a sustentabilidade em viagens também, não só no quesito da indústria da moda.

Estamos armados com o poder de ajudar a contribuir e moldar o mundo em que desejamos viver – para nós mesmos, amigos animais, amigos vegetais, nossa família e gerações atuais ou futuras. O importante a lembrar é que cada ação que realizamos tem um efeito no planeta e em sua população de uma forma ou de outra. Vamos nos certificar de que essas ações sejam positivas.

Vamos ver então 10 passos para se tornar um consumidor da moda mais consciente? Continue lendo.

1-    Observe os valores e a ética da empresa antes de adquirir uma peça

O que é mais importante para você? Suas crenças estão alinhadas com a forma como as marcas aparecem no mundo? Sua perspectiva mudou e é hora de reconsiderar se essa marca é a certa para você? 

Talvez uma empresa apoie uma instituição de caridade que você ame, ou se você for vegano, isso pode significar um maior foco e consideração sobre a política da empresa sobre animais em relação a produtos e operações. Faça sua lição de casa e certifique-se de que as marcas sejam avaliadas de acordo com alguns dos princípios que você julga importante. Busque marcas transparentes e se preocupem e deixar claro seu posicionamento.

2-    Verifique os materiais que são utilizados nos produtos que irá adquirir

Preste muita atenção aqui, pois esta é uma área de negócio complicada e de uma certa forma enganosa! Devido a práticas agrícolas insustentáveis, se não trabalharmos para transformar a agricultura em um processo regenerativo, não seremos capazes de cultivar nada nos próximos anos. 

Algumas empresas estão inovando com desenvolvimento de materiais e trabalhando com fazendas regenerativas para criar tecidos sustentáveis. Como consumidor consciente da moda, é importante buscar essas empresas. 

Aqui estão alguns materiais comuns e mais novos que você pode facilmente observar ao comprar conscientemente:

  • Couro curtido vegetal de grão integral. O processamento do couro usa muitos produtos químicos que podem acabar nos cursos de água. O curtido vegetal não usa produtos químicos, mas ainda assim cria um couro bom e duradouro. 
  • Tencel, um material inovador que foi criado a partir de árvores de eucalipto colhidas de forma sustentável. Eles possuem um sistema de circuito fechado onde solventes e água são continuamente reutilizados.
  • O Algodão Certificado GOTS é hoje uma das melhores opções do mercado. Garante não apenas um tecido limpo, mas um processo honesto do início ao fim.
  • O cânhamo é um material muito flexível – a planta real do cânhamo ainda absorve mais carbono do que as árvores!
  • Pense em desperdício zero. Identifique marcas de moda com desperdício zero que geram desperdício mínimo, usando técnicas como o corte de padrões e usando “resíduos” para diferentes itens.

3-    Saiba mais sobre suas marcas favoritas

Em vez de tentar pesquisar cada empresa que você apoia financeiramente, o que pode ser opressor ao ponto da apatia, concentre-se em onde você gasta mais seu dinheiro.

Sites como Good On You , Done Good e Project Basta informar a posição de uma empresa em questões como condições de trabalho, origem de material e desperdício. No Open Secrets , você pode pesquisar para quais campanhas e instituições de caridade uma empresa contribuiu com dinheiro, o aplicativo nacional Moda Livre também disponibiliza a reputação e comprometimento de marcas de moda para erradicar o trabalho escravo em suas produções. Também vale a pena verificar periodicamente as empresas de que você gosta, pois seus esforços podem mudar. 

4-    Procure pela certificação B Corp

O objetivo da sustentabilidade é reduzir sua pegada ecológica, que é uma medida de quão rápido consumimos recursos e geramos resíduos em comparação com a rapidez com que o planeta pode se recuperar de nossos hábitos.

E, embora as empresas certificadas pelo Comércio Justo tenham que atender a um determinado conjunto de padrões, uma empresa pode dizer que seus produtos são “de origem ética” ou “artesanais”, sem ter quaisquer certificações ou padrões para provar isso – cabe a você descobrir o que significa.

5-    Abrace de uma vez por todas o Slow Fashion

O mundo, infelizmente, entrou nessa mania da Fast Fashion não faz muito tempo, que é simplesmente a pior opção. É basicamente o oposto de ser um consumidor mais consciente da moda.

O desejo de lucro nos levou a um caminho negativo e há anos lutamos contra as repercussões, trabalhando em prol da regeneração. Embora eu aceite e apoie marcas que buscam mudar o jogo, suas ações se alinham de forma mais consistente para que os consumidores vejam suas intenções como autênticas e boas, em vez de pegar carona no que ansiamos ver no mundo.

6-    Aposte no armário cápsula

Uma coisa que você pode fazer agora é iniciar seu guarda-roupa cápsula. De vez em quando, se você sentir que precisa de algo específico para o seu guarda-roupa, compre uma roupa geralmente mais cara de uma marca sustentável sobre a qual fez sua pesquisa. Essas são peças que terá por muito tempo; itens clássicos que adora e que funcionam muito bem para você e para o seu estilo de vida.

7-    Garanta que as práticas trabalhistas da empresa sejam justas e cumpridas

Como os trabalhadores são pagos e tratados no trabalho é uma grande consideração para quem deseja se tornar um consumidor mais consciente da moda.

A marca paga o fabricante de forma justa? Como uma empresa capacita as pessoas localmente para impulsionar a prosperidade econômica local?

8-    Conserte, não substitua!

Está com um furinho pequeno ou um botão faltando em uma roupa velha? Trate de consertar! Isso não irá fazer somente que você economize, e sim ver o quão significante pode ser arrumar algo que você adora do que ir lá e comprar algo novo. Inspire-se e transforme uma peça antiga em algo totalmente novo!

9-    Aprenda a exigir menos e não mais

Comece a fazer pesquisas sobre as marcas que você mais gosta e descubra o que elas estão realmente fazendo para agir de forma mais sustentável e ética em suas novas coleções.

Deixe bem claro que você deseja roupas melhores e não somente mais roupas em seu armário.

10 – Apoie designers independentes e marcas locais

Quando você decide fazer suas compras de designers independentes e de produtores locais, estará não só contribuindo para um comércio mais justo, e sim incentivando modelos éticos, inovadores e “limpos” de produção.

Viu como não é difícil se tornar um consumidor mais consciente da moda? Aqui mesmo na 37trend você encontra diversas marcas de slow fashion, com peças únicas, exclusivas e claro: conscientes!

Vem com a gente transformar o mundo em um local mais sustentável para você e para nossas futuras gerações!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é THAIS_MALULY-1024x1024.png

THAIS MALULY

Jornalista, redatora e uma canceriana sonhadora. Acredita que viver é desenhar sem borracha! Gosta daquilo que a desafia. O fácil nunca a interessou. Já, obviamente impossível sempre a atraiu e faz de todos os seus recomeços e desafios uma força tangente para seu crescimento. Acredita que a união de pessoas podem e conseguem fazer desse planeta um local muito melhor de se viver. O amor sempre será a resposta!